domingo, 23 de abril de 2017

Plano Nacional de Leitura 2027

"É uma obrigação do Estado apoiar a leitura. Não é dizer o que se deve ler, mas dizer que se deve ler", disse mesmo a nova coordenadora do PNL, Teresa Calçada, a filósofa que desde há 35 anos está ligada às políticas do Livro, da leitura e das bibliotecas.





Teresa Calçada, para quem foi significativo o facto de o Primeiro Ministro estar presente na sessão e acompanhado pelos ministros da Cultura e da Educação, além de secretários de Estados e outros responsáveis públicos, expôs as linhas mestras do PNL 2027, que tem precisamente uma lógica de articulação entre vários ministérios e destes com as autarquias, ao mesmo tempo que pretende "aproximar a literatura das artes, das ciências e das tecnologias".



0 comentários:

Enviar um comentário